23 novembro 2006

. BD: "COPAS" - J.P.


João Paulo - mãe verdadeira de Moçambique - Lourenço Marques, dedicada e honesta. Inspirou-a um programa de missa aos domingos; um senhor de aparência bondosa - o papa que foi morto a tiro – para ela, a simbologia do mártir santificado a quem associou o nome à única coisa que lhe era preciosa - o filho.
Mais tarde alcunhado de João Descalço. Foi empurrado para a má vida pela pobreza. Morreu-lhe a mãe era ainda bastante novo. Foi entregue à vizinha do lado a seu último pedido, que visse seu filho em boas mãos antes de morrer. Chamavam-lhe a irmã da madre e era quem guiava espiritualmente as gentes daquela favela a troco de víveres e dinheiro. Diziam que era rica e vigarista, mas a mãe de João cria em sua sabedoria e nutria-lhe amor, talvez por se assemelhar à figura de sua mãe que tinha em fotografia velha como única referência.
João era puto de rua viciado em máquinas e gelados de limão.
Nunca aceitou a mãe adoptiva. A sua casa era antiga e podre. Vivia lá uma velha em cadeira de rodas que estava virada para a janela da rua; diziam ser a madre.
Agora é segurança e vigia casas de jogo clandestinas.

2 comentários:

  1. Parabens! hoje estou fanhoso , está fixe , só falta um livro de bd e uma exposição com os desenhos.
    Mostrar na realidade os teus desenhos. Amadora é um sitio fixe, investiga, ou uma exposição numa galeria de arte.

    ResponderEliminar
  2. Limo-lhes as arestas. Penso nisso para daqui a algum tempo. Abraço

    ResponderEliminar

STAT COUNTER


Visitas